Principais tipos de jogo de jantar

Principais tipos de jogo de jantar

Para a rotina ou para ocasiões especiais, veja o que você precisa considerar para escolher o aparelho certo para a sua casa.

Mesmo na correria, uma mesa posta faz a diferença na hora das refeições. Para isso, toda casa precisa de, pelo menos, um bom aparelho de jantar. No mercado não faltam opções para as mais diferentes ocasiões e quantidade de pessoas. 

Isso é ótimo porque existe um jogo de jantar perfeito para você, mas isso pode acabar te deixando confuso na hora da compra, não é mesmo? Estampados e lisos, com mais ou menos peças, com diferentes designs e tamanhos, das mais variadas marcas. É muita opção!

Com as dicas a seguir vai ficar fácil fazer uma escolha perfeita. Ou mais de uma, já que o recomendado é ter pelo menos um jogo para o dia a dia e outro para as refeições especiais, como as datas comemorativas, aquele jantar para amigos e ocasiões em que você quer impressionar a família ou o date.

O que preciso considerar?

Primeiro, é importante conhecer o seu orçamento, pois existem aparelhos de jantar em todas as faixas de preço e o valor costuma influenciar na qualidade e no acabamento das peças. Ou seja, pode não ser uma boa ideia comprar o mais barato, o que também não quer dizer que você precise ir logo no mais caro.

Além da questão financeira, há outras diferenças entre os jogos, às quais é preciso estar atento para não errar na escolha. A seguir, damos algumas dicas sobre elas.

Preste atenção na quantidade de peças (e em quais são elas)

Um jogo tradicional costuma ter, pelo menos, pratos rasos, pratos fundos, xícaras e pires. Outros têm, ainda, pratos de sobremesa e tigelas e/ou tigelinhas (que servem para servir molhos, por exemplo). Verifique se o aparelho escolhido tem todos os itens que você quer e precisa.

Em seguida, é hora de analisar a quantidade de peças. Os jogos mais simples costumam ter 4 peças de cada, o que não é suficiente para uma família grande ou para quem costuma receber mais convidados. Existem jogos com até 100 peças, então avalie quantas são necessárias para as suas necessidades. Os valores dos jogos costumam variar de acordo com a quantidade de peças, mas o custo-benefício de ter mais itens quase sempre vale a pena.

Observe o design e o material

Nem todos os pratos são redondos. Existem modelos com todo tipo de formato, incluindo quadrados, conchas, folhas, flores e frutas, que são perfeitos para montar uma mesa cheia de personalidade. Para quem gosta de surpreender os convidados, tem até prato em formato de Papai Noel para usar no Natal.

Além dos formatos, há peças com diferentes texturas e relevos, que também as deixam cheias de personalidade. O mesmo vale para as cores: você pode escolher peças neutras ou de uma cor só, mas também pode optar por modelos com estampas e desenhos diversos.

O material do qual as peças são feitas também é importante. Os de vidro costumam custar mais barato, mas os de cerâmica ou porcelana são muito mais estilosos. Talvez seja o caso de investir em peças de vidro para o dia a dia e em um jogo com material mais fino para as datas festivas.

Pense no restante da decoração

Essa dica não é obrigatória, mas também vale olhar para a decoração da sua cozinha ou sala de jantar na hora de escolher o design e a quantidade de peças.

Você pode definir quantos itens de cada são necessários pelo número de cadeiras na mesa onde as refeições serão servidas, por exemplo. As cores e/ou estampas das peças também podem ser escolhidas em harmonia com a decoração do local onde as refeições serão feitas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X