Pessoas introspectivas estão mais sujeitas ao uso de drogas? Entenda

Pessoas introspectivas estão mais sujeitas ao uso de drogas? Entenda

O uso de drogas é um problema grave e que merece atenção. No entanto, é algo que acomete diversas pessoas no mundo inteiro, gerando grandes problemas, tanto em relação à saúde, quanto em relação aos círculos sociais. 

Em relação à saúde, esses problemas são encontrados à medida que a pessoa começa a sofrer com a perda de peso excessiva, com o desenvolvimento de doenças que, muitas vezes, são irreversíveis, e diversos outros prejuízos. Já em relação ao círculo social, a pessoa viciada começa a perder suas amizades boas, e começa a se relacionar somente com pessoas da sua bolha de drogas. 

Apesar de ser um assunto comum, às questões relacionadas ao uso de drogas, muitas vezes, acaba passando batido. Assim, ao pensar na importância desse assunto, separamos neste artigo alguns tópicos relacionados ao uso de drogas, continue a leitura e fique por dentro. 

O que são as drogas

Como mencionamos, o uso de drogas hoje em dia é um dos assuntos que mais está em alta, no entanto, antes de entendermos as problemáticas relacionadas a esse tema, precisamos ter em mente o que são as drogas e quais são as pessoas mais propensas ao uso de drogas. 

As drogas são substâncias que, ao serem introduzidas no organismo, causam modificações nos processos bioquímicos, o qual irá resultar em mudanças fisiológicas ou comportamentais. Além disso, as drogas são divididas em duas categorias: drogas lícitas e drogas ilícitas.

As drogas lícitas

As drogas lícitas são aquelas legalizadas, ou seja, produzidas e comercializadas livremente pela sociedade. Os dois maiores exemplos de drogas lícitas são: cigarro e álcool, os quais podem ser encontrados em mercados e redes de conveniência, no entanto, a venda só é permitida para pessoas com idade igual ou superior a 18 anos. 

As drogas ilícitas

Já as drogas ilícitas são aquelas cuja comercialização é proibida pela legislação, além disso, não são socialmente aceitas. Exemplos de drogas ilícitas são: craque, cocaína, maconha, heroína, dentre muitas outras que são responsáveis por 0,8% dos problemas de saúde no mundo inteiro. 

Apesar da diferença, vale destacar que ambas são perigosas para a saúde e podem trazer riscos significativamente perigosos ao organismo humano, como, por exemplo, desenvolvimento de doenças, que muitas vezes são irreversíveis.

Quais pessoas são mais propensas ao uso de drogas?

Agora que você já sabe o que são as drogas e qual é a diferença entre drogas ilícitas e drogas lícitas, separamos essa parte do artigo para falar sobre as pessoas que estão mais propensas ao uso de drogas. 

De acordo com dados fundamentados em pesquisas, pessoas que sofrem com transtorno de humor e com depressão estão mais propensas ao uso de drogas. Isso porque, ao serem diagnosticadas com essas doenças, os indivíduos acabam querendo buscar um alívio e, por isso, acabam recorrendo às drogas. 

No entanto, o que essas pessoas não sabem, é que o uso de drogas pode acabar gerando mais problemas à saúde, fazendo com que os órgãos fiquem cada vez mais prejudicados e propensos a determinados tipos de doenças. 

Outro grupo de pessoas que estão sujeitas ao uso de drogas, são as pessoas consideradas introspectivas. Essas pessoas são caracterizadas por possuírem uma personalidade comunicativa retraída, ou seja, de pouca interação. Assim, para conseguirem desenvolver a comunicação e fazerem parte dos ciclos sociais, acabam buscando uma solução na droga. 

Assim, como acontece com as pessoas depressivas e com as que sofrem com transtornos de humor, as pessoas introspectivas não percebem que, na verdade, o uso da droga só está sendo prejudicial e deixando-as cada vez mais propensa ao desenvolvimento de doenças de diferentes naturezas.

Como evitar o uso de droga

Apesar de em muitos casos o uso da droga gerar vício, existem algumas dicas de como evitar o uso de drogas e, com isso, diminuir as chances de desenvolvimento de doenças ou determinados tipos de transtornos

Com certeza você já ouviu sua mãe dizendo para você tomar cuidado com suas companhias, e apesar de parecer chata, ela tem razão. É claro que se o cidadão começou a usar droga, ele não foi forçado, porém, as companhias e o ciclo de amizade podem influenciar de forma significativa para que tal hábito seja desenvolvido. Pensando nisso, a principal dica é estar atento em relação às amizades e as companhias. 

Outra dica importante, é saber dizer não. Pode ser tentador aceitar o convite de um amigo, no entanto, todos nós temos noção dos prejuízos que o uso da droga pode trazer ao organismo, assim, é importante saber dizer não às coisas que não acrescentam em nossa vida.

No caso de já estar viciado e querer sair do mundo das drogas, a dica é participar de centros de reabilitação, grupos de apoio e, até mesmo, opções de tratamentos, como, por exemplo, o tratamento ibogaina, que conta com serviços excelentes e com profissionais altamente capacitados em melhor lhe atender. 

Por fim, agora que você já sabe o que são as drogas, e está ciente de que elas podem te trazer diversos malefícios, fique longe dessa substância e garanta que sua saúde fique dentro dos conformes. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saiba como solicitar empréstimo com score baixo!
This is default text for notification bar