O que é uma empresa com responsabilidade social?

O que é uma empresa com responsabilidade social?

Dentro de uma empresa, tudo tende a pesar para o lado do lucro e crescimento, ao se deparar com um sistema que não é completamente voltado para os ganhos econômicos pode ser um grande espanto para algumas parcelas da população.

Por mais que não pareça e até contradiga o conhecimento popular, uma coisa é fato, as empresas atuais não crescem da maneira que deveria se não souber como administrar da maneira correta todo o seu cenário.

O tempo de empresas plenamente econômicas ficou para trás, hoje em dia, é necessário muito mais do que simplesmente um bom produto ou serviço, é preciso saber como lidar com tantas outras coisas que o consumidor médio não é nem capaz de imaginar.

Na era do imediatismo e das comunicações instantâneas, todo gestor ou empresa, necessita entender que são mais que um produto ou serviço, indo muito além de um simples meio ou objeto, na realidade, a empresa configura muito mais como uma causa ou missão do que coisas táteis.

É justamente neste contexto que surgem as causas e responsabilidades sociais de uma empresa,  que a fazem compreender o seu lugar e papel na sociedade, como se fosse uma engrenagem de um grande e complexo relógio. 

Neste momento então vem à tona a responsabilidade social empresarial, como se fosse uma pessoa física, que possui os seus direitos e deveres perante a sociedade, as pessoas jurídicas (empresas, organizações e coletivos) também possuem. Neste cenário surgem os objetivos paralelos aos ganhos econômicos, que consistem basicamente em um conjunto de práticas e iniciativas que indique o objetivo da organização em cumprir seu dever social, como parte da engrenagem já citada.

São comprometimentos éticos, voltados para a preservação ou manutenção da sociedade, ou comunidade à qual está inserida, geralmente voltadas às causas sociais mais urgentes, como proteção do meio ambiente, conscientização do consumo, preservação dos recursos naturais ou voltados aos papéis sociais, como conscientização das minorias, LGBTQI+, desigualdade racial e social e respeito a diversidade.

Modelos de responsabilidade social

As responsabilidades sociais de uma determinada empresa devem sempre ir muito além de suas obrigações legais.

Por exemplo, há empresas que compram as causas LGBT+, de desigualdade racial, mas muito raramente vemos empresas engajadas em realizar uma inclusão mais precisa em relação às pessoas que possuem deficiências, os PCDs.

Por razões óbvias, é muito comum vermos algumas corporações que não possuem nenhuma causa aparente, e estão 100% focadas em ganhos financeiros. As empresas não são obrigadas a possuir uma causa social.

Ao observar as empresas que são engajadas em alguma causa, é necessária muita cautela, para não confundir uma empresa que está cumprindo os seus deveres com uma realmente preocupada com os problemas da sociedade.

Lembra-se do exemplo que foi citado, da baixa quantidade de corporação dedicadas em fazer a inclusão de pessoas com deficiência.

Este simples exemplo pode te fazer lembrar de ao menos alguns locais que possuem trabalhadores que se encaixem nos quesitos de deficientes, não é por que um estabelecimento possui um colaborador com deficiência que logo será classificado como uma responsabilidade social.

Na realidade, nesta causa citada, existe uma legislação federal, que coloca como obrigatoriedade que empresas que possuem uma grande quantidade de funcionários, devem incorporar em seu quadro uma porcentagem de PCDs.

Como determinar a causa social de sua empresa

Diante de um cenário como este, em que a situação é muito favorável a todos, o empregado se sente melhor, a sociedade é muito bem beneficiada e a empresa melhora os seus indicadores, é muito comum que haja a vontade de implementar um projeto social dentro de sua empresa.

Os benefícios são muitos, porém, não é como um passe de mágica, na verdade, para que todos este processo seja efetivo e os ganhos sejam reais, o gestor necessita antes de mais nada estabelecer qual será a área de atuação e qual causa social se encaixa com sua empresa.

Para isso existem consultorias especializadas em elaborar planos sociais e determinar quais causas possuem um fit com a sua corporação, como a yaba consultoria

O que a empresa ganha com uma boa causa social

Com o passar do tempo,  logo vai haver apenas empresas que são conscientes e trabalham ativamente para melhorar o meio a qual estão inseridas.

Coloque-se no lugar do colaborador, não é somente a sociedade que sai ganhando com uma gestão e causa precisa com o foco em melhoria social.

Um estudo realizado a pouco tempo apontou, que a grande maioria dos funcionários se sentem mais confortáveis em trabalhar em instituições que possuem também um fim social, ou seja, retribuem de volta para a sociedade parte dos seus ganhos, seja em forma de ações ou até mesmo apoio financeiro a causas que sejam julgadas como nobres.

A mesma empresa ainda apontou que este fenômeno é ainda mais presente nas gerações atuais como os millennials, que além de optar sempre por trabalhar em empresas engajadas socialmente ainda cobram de sua instituição ações parecidas, caso não haja responsabilidade social.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saiba como solicitar empréstimo com score baixo!
This is default text for notification bar