Como e quando acionar um seguro de vida?

Como e quando acionar um seguro de vida?

Existem diversos cuidados básicos que devem ser tidos como prioridade na vida das pessoas. Um desses cuidados está relacionado à saúde, por exemplo, tanto física, quanto mental, e em relação à contração de doenças de outras origens. 

No entanto, ao pensarmos em saúde, muitas coisas passam pela nossa cabeça, inclusive em relação às maneiras mais eficientes de prevenção de doenças e em relação às formas de acompanhamento médico. 

Como já sabemos, o acompanhamento médico pode ser feito de forma particular, onde ao pagar pela consulta, o paciente terá direito a uma consulta com o médico de sua preferência, o qual irá lhe fazer uma série de pedidos de exames médicos e, após a realização dos mesmos, irá analisá-los. 

No entanto, não é só essa forma de atendimento que está disponível. Existem casos ainda, onde as pessoas preferem investir em planos de saúde, onde ao pagarem uma mensalidade, conseguem acesso a diversos tipos de serviços médicos. 

Pensando nisso, o que acontece com frequência é as pessoas confundirem plano de saúde com seguro de vida. Assim, pensando em fazer com que você entenda melhor sobre essa diferença e sobre a importância do seguro de vida, separamos neste artigo os principais tópicos a respeito. Continue a leitura e fique por dentro.

Diferença entre plano de saúde e seguro de vida

Diferente do que muitas pessoas pensam, existe sim uma diferença entre plano de saúde e seguro de vida. O plano de saúde, diz respeito aos serviços médicos que são liberados aos pacientes, mediante o pagamento de um valor mensal. 

Já o seguro de vida diz respeito a um serviço que tem como objetivo garantir estabilidade financeira a você e a seus familiares, mediante um quadro de emergência.  

Além disso, ao contrário do que muitas pessoas imaginam, o seguro de vida não se resume à cobertura de mortes acidentais ou naturais, isso porque, o seguro de vida pode ser contratado também em casos de doenças graves ou invalidez permanente. 

Como funciona o seguro de vida

Em relação ao funcionamento do seguro de vida, é simples, afinal, ele funciona como um contrato, onde a empresa seguradora deve pagar uma indenização em caso de algum tipo de acontecimento previsto na apólice. 

No entanto, caso o titular venha a falecer, a indenização é feita aos beneficiários escolhidos. Caso não haja nenhum cidadão determinado, os dependentes legais do falecido devem receber o valor. 

Porém, vale destacar que para ter direito ao benefício, o segurado deve pagar uma quantia à vista ou parcelada, já no ato de aderência ao contrato. Assim, ao longo de todo o prazo de vigência do serviço, o acordo continuará valendo. 

Benefícios do seguro de vida

Apesar de ser algo que muitas pessoas acabam esquecendo de considerar, o seguro de vida pode ser o responsável por uma série de benefícios, como, por exemplo:

  • Maior proteção financeira;
  • Pagamento por afastamento do serviço;
  • Excelente custo-benefício;
  • Maior proteção para seus familiares. 

Além de ser importante para a proteção dos familiares, o seguro de vida também é importante para pessoas solteiras e sozinhas, afinal, em casos de doenças, o próprio segurado poderá se beneficiar com o valor do seguro. 

Quando posso acionar o seguro de vida

Como já mencionamos em um dos tópicos acima, o seguro de vida não serve somente para os casos de falecimento, ou seja, ele pode ser acionado em diversas outras situações, como, por exemplo, as que iremos mencionar a seguir. 

Incapacidade temporária

A primeira situação em que o seguro de vida pode ser acionado é no caso do indivíduo apresentar alguma incapacidade temporária, seja por conta de um acidente ou por conta de alguma doença. Nesse caso, o cidadão receberá uma diária enquanto estiver em tratamento.

Doenças graves

No caso de apresentação de alguma doença grave, o cidadão também tem direito de acionar o seguro de vida. Nessa ocasião, o segurado receberá um valor para que possa iniciar o tratamento recomendado, ou utilizar o dinheiro de acordo com sua preferência.

Internação hospitalar

Caso o cidadão fique impossibilitado, durante um período específico, por conta de uma doença ou por conta de um acidente e precise ficar internado, o contratante receberá uma indenização para cada dia de internação, com base no valor contratado.

Como acionar o seguro de vida

Para acionar o seguro de vida é simples: basta que você acesse os canais do seguro e de entrada e de entrada com um sinistro, que é o nome usado no mercado quando alguém aciona o seguro.

Na sequência, você precisará contar tudo que acontece, e assim o seguro conseguirá te auxiliar e resolver a situação da melhor forma possível, de acordo com os serviços que o seu seguro de vida cobre. 

Por fim, agora que você já entendeu a diferença entre seguro de vida e plano de saúde, entendeu a importância, como e quando acionar o seguro de vida, faça esse investimento e garanta a sua segurança e a de seus familiares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saiba como solicitar empréstimo com score baixo!
This is default text for notification bar