Como montar um plano de carreira? – Confira 4 dicas essenciais!

Como montar um plano de carreira? – Confira 4 dicas essenciais!

Como montar um plano de carreira? De que maneira podemos organizar nosso futuro profissional, traças metas, estabelecer objetivos e ir em busca dos mesmos com base em nosso conhecimento e potencial atual, como também futuro? Essas são algumas das perguntas que serão respondidas no conteúdo de hoje.

Um plano de carreira é essencial na vida profissional de alguém que almeja sonhos maiores. Seja um salário maior na posição em que já atua, ou então um cargo de alto escalão dentro de uma multinacional: um plano de carreira pode ter diversas variáveis, o que é algo muito bom.

Tal versatilidade garante que qualquer pessoa que deseja tenha em mãos um plano de carreira de seu futuro. Neste conteúdo, organizamos 4 dicas para você que não sabe, mas quer aprender a como montar um plano de carreira do início ao fim. Quer saber mais? Então leia conosco, vamos lá!

Como montar um plano de carreira com 4 dicas

A versatilidade que mencionamos anteriormente, realmente é um pilar inicial de grande importância. Dizemos isso porque, ao organizar um plano de carreira, é necessário saber aonde se quer chegar, para entender quais são os primeiros passos que devem ser tomados, e assim por diante.

Passo a passo, especialização por especialização, a cada momento adicional em sua carreira, se o plano for bem traçado, mais perto você estará de seu objetivo principal. É claro, sem minimizar as pequenas conquistas que você terá pelo caminho, pois elas possuem suma importância. Veja abaixo as nossas 7 dicas de como montar um plano de carreira:

1. Inicie sua reflexão

O passo inicial é compreender até onde você pode e quer chegar. Uma reflexão inicial possui grande importância, pois é esse momento em que você entenderá qual o seu maior objetivo. Como mencionamos, é saudável ter metas de curto e médio prazo, pois elas irão dar aquele gás a mais quando estiver cansado.

Para saber aonde se quer chegar, caso você ainda não tenha nenhuma ideia disso, comece respondendo as seguintes perguntas:

  • O que me faz vivo?
  • O que está no meu piloto automático?
  • O que levo nos meus bolsos?
  • Quem admiro e ainda não conheço pessoalmente?
  • Quem sou eu, sem falar de trabalho em nenhuma parte da resposta?
  • Qual o meu propósito?

Ao responder a essas perguntas, será mais fácil continuar montando seu plano, pois as perguntas como “o que preciso fazer para melhorar?” ou “quais cursos preciso realizar para melhorar meu currículo com base em meus objetivos” ficarão muito mais fáceis de serem respondidas.

2. Onde você está hoje?

Analisar seu ponto atual possui grande importância. Isso envolve entender se o seu trabalho atual contribui ou não para seu objetivo principal. Imagine que o seu sonho é ser o líder de uma multinacional, mas você trabalha como frentista de um posto de gasolina. Não estamos desmerecendo a profissão.

Temos certeza que uma profissão como essas possui seus valores, inclusive para agregar no seu plano de carreira, como o tato com o público e a agilidade necessária no cotidiano. Há vários profissionais de sucesso que afirmam que suas profissões iniciais, aquelas de menor expressividade e mais “mão de obra”, foram cruciais para seu conhecimento atual.

Porém, é necessário analisar seu ponto atual para saber se você deve tomar uma direção diferente, ou então deve continuar onde está, buscando melhores oportunidades dentro do espaço em que já atua.

3. Como próximo passo, uma pergunta: quais são suas metas?

Você já entendeu o que quer e o analisou onde está. Também já parou e analisou o quanto sua posição atual contribui para seu desejo principal. Já sabe se deve tomar um caminho diferente ou então continuar onde está. E agora, qual o próximo passo? Seu próximo passo é a definição de metas.

Seja para três, dez ou quinze anos, suas metas devem ser traçadas. Aconselhamos que você defina metas de curto, médio e longo prazo, que sejam coesas entre si, ou seja, que uma leve a outra à medida que é “batida”. Assim, será possível melhorar a cada dia que passa, e suas métricas poderão ser analisadas para que saiba o quanto já evoluiu e o quanto ainda falta.

4. Por último, mas não menos importante: busque capacitações

Você quer ser um líder, mas não tem jeito para trabalhar com o público? Você quer ser o gerente de um setor de uma multinacional, mas não sabe trabalhar com números? O próximo passo é buscar se especializar naquilo em que você almeja. Busque alimentar seu plano de carreira com base em suas metas.

Especializações nunca são demais, desde que, claro, tenham correlação com aquele seu objetivo final que você estipulou no início de seu plano de carreira.

Esse foi o nosso guia com 4 dicas de como montar um plano de carreira. Esperamos que você tenha conseguido enxergar aquilo que deseja, e que seu processo seja de sucesso do início ao fim. Lembre-se de que caso possua alguma dúvida, é só comentar que vamos responder o mais brevemente possível. Até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saiba como solicitar empréstimo com score baixo!
This is default text for notification bar